Propósito X Riqueza

Qual a diferença entre as empresas que se perpetuam e as que logo vão a falência? Porque algumas empresas duram tanto e outras nascem e morrem em um piscar de olhos? O que distingui uma da outra?

 

Hoje existem dois tipos diferentes de empresas comerciais que são diferenciadas por suas razões essenciais de estarem no mercado. O primeiro tipo de empresa existe por um propósito puramente econômico: produzir o máximo de resultado com o mínimo de recursos. Esse tipo de empresa é gerenciada primeiramente para gerar lucros, as pessoas são consideradas ‘propriedades’, ‘bens’ da empresa, parte do capital total, o investimento em pessoas é mínimo para que se possa produzir e conseguir o retorno no menor período de tempo possível. Esse primeiro tipo de empresa não é uma comunidade de trabalho, é uma máquina corporativa, seu ideal é a produção e a geração de riqueza, ela não possui responsabilidade com seus membros. Esse tipo de empresa representa uma escolha viável, muitas pessoas no mundo dos negócios podem não querer construir uma comunidade o que é perfeitamente legitimo para qualquer pessoa que queira uma empresa com o único ideal de gerar riqueza para si ou sua família. Essas empresas são importantes, sem elas a civilização jamais teria desenvolvido as possibilidades atuais de produção e geração de riqueza porem essa escolha possui conseqüências. Nessas empresas como em todo lugar, Nada é de graça. As pessoas que a controlam possuem de longe muito menos opções de práticas gerenciais, apenas um pequeno grupo de pessoas se considera ‘parte’ da empresa todas as outras contratadas para contribuir serão peças para geração de dinheiro de uma máquina de alguma outra pessoa. Elas serão ‘externas’, contratadas por suas habilidades e não por se encaixarem como membros. Elas trocarão seu tempo e experiência por dinheiro e terão pouquíssima fidelidade com a empresa, não irão confiar nas pessoas e sentirão pouca vontade de dar tudo o que podem pela empresa. Significa que o controle hierárquico terá que ser fortificado caso contrario a máquina não será suficientemente eficiente, controles hierárquicos fortes significa que serão reduzidas as condições para o desenvolvimento da capacidade máxima de todas as pessoas da empresa. Eu poderia falar mais algumas dezenas de problemas recorrentes dessas empresas, mas não é meu objetivo.

 

O segundo tipo de empresas, em contraste com a primeira são organizadas com o propósito de se perpetuarem como uma empresa longeva, pela busca de um sonho, esse tipo de empresa geralmente traz grandes mudanças e contribuições e se perpetua por vários anos (algumas vezes como a Shell por exemplo, duram centenas de anos). Essas empresas funcionam dentro do conceito de empresas caórdicas, são turbulentas, nada permanece no centro por muito tempo, de um momento para o outro a parte no centro ou qualquer outra  pode mudar mas não prejudicará a empresa. Nesse tipo de empresa o retorno do investimento continua importante, mas seus gestores consideram o aumento de capital um complemento da optimização das pessoas, a empresa em si é uma comunidade, seus propósitos são a longevidade e o desenvolvimento de seu potencial. A geração de riqueza é uma conseqüência. Para potencializar a produção e ser uma empresa longeva essas empresas possuem cuidados especiais em vários processos para a construção de sua comunidade: Definição de seus membros, estabelecimento de valores comuns, recrutamento das pessoas certas, desenvolvimento dessas pessoas, assessoramento adequado, contratos humanos (não considerando pessoas como maquinas, mas como pessoas), gerenciamento dos relacionamentos internos e externos, estabelecimento de políticas etc.. Uma empresa do segundo tipo é aberta ao mundo, existe tolerância para a entrada de um grande numero de indivíduos e idéias (na verdade esperado que novas pessoas tragam novas idéias). Seus membros sabem quem são e possuem valores em comum, eles pertencem um ao outro. Nessas empresas os funcionários prezam o beneficio do todo antes de si.

 

Para construção de empresas mais humanas, criativas e abertas precisamos de mais empresas do segundo tipo, enquanto as empresas existirem com o  único propósito de gerar lucro teremos cada vez mais níveis hierárquicos, funcionários insatisfeitos e um défict de produção humana imenso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s