Dicas de Autogerenciamento com grandes autoridades

A crise econômica chegou, as notícias todos os dias são parecidas com as de hoje: “Empresários pedem mais crédito”, “Unilever desiste de estabelecer metas”, “Venda no varejo cai”, “Queda histórica na produção industrial do país”. Como as empresas vão superar essa crise? Para Jim Collins, autor de Feitas para durar e Good to Great dois livros bestsellers, o mais importante é ter certeza de que as pessoas certas estão no lugar certo. Em sua videoconferência transmitida na ExpoManagement 2008 Collins deu o seguinte conselho: “Imagine que a empresa que você está dirigindo é um ônibus. Quantos assentos em seu ônibus são ocupados pelas pessoas certas?”

Essa é a resposta que todos os gestores e empresários devem responder. Em outra palestra ministrada na ExpoManagement Stephen Covey, autoridade em desempenho humano e autor de Os sete Hábitos das pessoas Altamente Eficazes e O Oitavo Hábito Covey deixa claro também que hoje surge cada vez mais, a idéia de que as próprias pessoas são responsáveis por si mesmas individualmente, para ele “A cultura organizacional, é a grande responsável pelos resultados e, assim, as pessoas se autogerenciam e todos prestam conta a todos”.

Os autores também deixaram dicas práticas para o autogerenciamento, a receita de Covey consiste em seus já famosos sete hábitos:

1. Ser proativo
2. Começar com os objetivos em mente
3. Pensar ganha-ganha
4. Priorizar o mais importante
5. Tentar primeiro compreender para depois ser compreendido
6. Criar sinergia
7. Manter-se atualizado

E mais três conselhos: Ensinar o que aprende (porque é o melhor modo de aprender) ir fazendo e ouvir o outro.

Jim Collins também contribuiu com suas medidas de autogerenciamento:

1. Cada um deve montar o próprio conselho de administração, com conselheiros de qualidade.
2. Cada um deve tentar dobrar a quantidade de perguntas que faz em relação as afirmações
3. Que cada um se desligue duas vezes por semana do computador e todos os eletrônicos para deixar um espaço mental vazio
4. Que cada um faça uma lista de coisas para deixar de fazer. E deixe
5. Que cada um articule suas responsabilidades, em vez de suas tarefas.
6. Que cada um descubra seus valores centrais e as próprias metas “Grandes e Cabeludas” –um bom número para isso fica entre 10 e 25 itens

Por fim, Collins ainda lembrou a platéia da ExpoManagement das três perguntas que cada um tem de responder individualmente:

1. O que o apaixona?
2. O que Voce faz melhor do que ninguém?
3. O que lhe da dinheiro?

Já estou trabalhando na minha lista!

Um comentário sobre “Dicas de Autogerenciamento com grandes autoridades

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s