Mude sua atitude

No final do século XIX um grande psicólogo chamado Willian Joyce foi convocado a dar um grande discurso em uma convenção de psicólogos, houve um grande bafafá sobre a aceitação do grande gênio em fazer o discurso e diversas pessoas vieram de todos os cantos do mundo para escutar suas palavras.

Houve uma grande concentração de pessoas aguardando ansiosamente seu discurso até que finalmente o Mestre subiu no palco. Ele se deslocou para perto da platéia, olhou para todos, respirou fundo e disse:

“A maior descoberta da minha geração, é que as pessoas podem alterar suas vidas alterando suas atitudes mentais.”

E foi isso. Seu discurso todo se resumiu a essa frase. Logo depois de pronuncia-las ele se afastou do palco e presumidamente voltou para seu hotel deixando centenas de pessoas insatisfeitas pedindo a devolução de seus dinheiros.

Existem duas formas de se criar sentimentos e emoções, uma delas é através da linguagem que se divide em conversas públicas (as conversas externas, que expomos aos outros) e as conversas privadas (são aquelas que guardamos para nós mesmos). E a outra forma é através das imagens que o observador cria em sua mente para representar determinada linguagem.

O que quero mostrar nesse post é que ao invés de deixarmos nossos pensamentos correrem livremente em nossas cabeças, podemos canalizá-los em um nível consciente para mudar aqueles pensamentos que não nos fazem bem.

Resumidamente, mudando o que dizemos para nós mesmos, nossa linguagem externa e interna, somos capazes de mudar as imagens associadas a elas e consequentemente a forma como nos sentimos diante delas. Exemplificando, olhem alguns desses exemplos:

-Eu preciso perder peso

-Eu preciso ir para a academia mais frequentemente

-Eu preciso de um café

-Eu tenho que entregar este relatório até as 17:00

Tenho certeza que essas frases não são incomuns para você, e por serem tão comuns ninguém para e pensa sobre elas, no entanto, elas são extremamente restritivas e impróprias.

-Vamos nos perguntar “Ou o que?”

-Eu preciso perder peso – Ou o que?

-Eu preciso ir para a academia mais frequentemente – Ou o que?

-Eu preciso de um café – Ou o que?

-Eu tenho que entregar este relatório até as 17:00 – Ou o que?

Aposto que uma expressão de confusão se forma em você ao pensar sobre isso certo? Seguidamente acredito que você chegue à conclusão de que, na verdade, nada vai acontecer. E esse é o ponto, existem pouquíssimas coisas na vida que são absolutamente, indubitavelmente necessárias e inadiáveis.

A maioria das pessoas ainda pensaria, ora, mas são só palavras certo? Bom, de certa forma sim, mas são palavras que fazem com que cada tarefa tenha um peso de toneladas sobre você.

Feche os olhos e pense em uma pessoa dizendo qualquer uma das frases acima, é quase impossível pensar em alguém dizendo essas frases sem associações negativas. Eu Preciso fazer isso ou eu Tenho que fazer isso, trás em nossas mentes alguém com um olhar cansado, ombros caídos, estressado, com a voz chocha etc.

Em resumo, elas têm uma atitude ruim para tudo o que dizem que tem / devem / tem que fazer, porque se colocam sob pressão a um nível inconsciente, usando uma linguagem inadequada, restritivas.

Não só com estas palavras ao fazer tudo o que você quer fazer parece mais oneroso, mas também há o risco de danificar sua auto-estima. Em ocasiões isoladas quando você diz que deve perder peso e não faz nada não é um problema, mas se você continua dizendo repetidamente uma vez que não há ação você para de confiar em si mesmo.

A confiança presume três elementos básicos:

Sinceridade: Capacidade de ser verdadeiro com o que se fala e pensa.

Competência: Capacidade de agir de acordo com o que foi prometido.

Responsabilidade: Capacidade de responder pelo que foi prometido.

Qualquer quebra em um desses elementos gera a falta de confiança tanto em si quanto nos outros.

Então o que recomendo é mudemos nossa fala, e passemos a usar palavras como adoraria, gostaria de, seria divertido..

Pense na linguagem corporal de uma pessoa dizendo que adoraria fazer tal coisa, é muito diferente de alguém dizendo que precisa fazer. Ao dizermos adoraria  ou seria divertido  etc, remetemos a alguém com entusiasmo, linguagem corporal excêntrica e com energia de sobra.

É tão fácil subestimar o poder das palavras que você usa, especialmente quando você ouve outras pessoas falarem da mesma maneira em diariamente de uma forma que voce usou toda a sua vida.Confie em mim, porém, elas são capazes de modificar brutalmente nossas emoções.

Vou ser sincero e admitir que não é uma correção do dia da noite e exige algum compromisso sério. Mas de qualquer forma, vale a pena!

Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s