Estratégias de Redes Sociais

Todo mundo sabe que conquistar um cliente está cada vez mais difícil, os mercados estão cada vez acirrados disputando em oceanos vermelhos, conseguir que um consumidor se torne fiel e um defensor de marca está cada vez mais difícil. Uma das grandes oportunidades para isso é o uso das mídias sociais. O problema é que a maioria das empresas vêm utilizando estas mídias como o fazem nas mídias tradicionais, comunicação unilateral, as mídias sociais têm como propósito a criação de RELACIONAMENTOS o que para Silvio Tanabe está completamente errado, para ele, o objetivo destas mídias não é a aquisição de novos compradores mas sim a conquista de novos amigos.

Na Semana do e-Commerce foi apresentado algumas orientações para o uso destas mídias, foram elas:

1 – Não há fórmulas prontas. Uma empresa pode conseguir vendas imediatas ou usando a mesma estratégia, ter resultados pífios. Por isso é importante que a loja faça um estudo prévio, estudando públicos-alvo, segmentos, comunidades e a forma como elas interagem, de modo a desenvolver uma estratégia própria.

2 – Redes sociais não são mídias de massa. Não espere atingir centenas de milhares de pessoas de uma vez, é um trabalho de médio e longo prazo. Lembre-se, conquistar a confiança de um amigo leva tempo.

3 – Lembre-se que os mesmos recursos das redes sociais que estão à disposição para a loja fazer suas promoções também estão à disposição das pessoas para elogiar ou reclamar. Da mesma forma que sua mensagem pode ser bem recebida e se tornar um “viral” atingindo milhares de pessoas, uma reclamação ou insatisfação se propaga com a mesma velocidade e com efeitos ainda maiores.

4 – Envolva outras áreas. De acordo com pesquisa da consultoria Deloitte, 70% das empresas focam sua atuação nas redes sociais em marketing e vendas. Mas como foi citado anteriormente, as ações geram todo o tipo de feedback: compra, elogios, reclamações, dúvidas etc. Por isso, existe a necessidade de que outras áreas (SAC, relações públicas) estejam envolvidas.

5 – Tenha um plano de crise. O envolvimento de outras áreas, inclusive da liderança da empresa, é importante também para a elaboração de um plano de crise de imagem que porventura envolva a loja nas redes sociais. A empresa precisa se antecipar a problemas que possam ocorrer e colocar o plano em prática com rapidez se o pior acontecer.

Encontrei também um Infográfico que mostra o que fazer e o que não fazer no uso do Twitter que vêm sido uma das ferramentas mais utilizadas pelas empresas em suas estratégias de mídias sociais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s